Comentários

Esta quinta do século XIX ganha vida com um visual rústico fresco

Esta quinta do século XIX ganha vida com um visual rústico fresco



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Maria e seu marido, Isidro, encontraram o refúgio perfeito a poucos quilômetros de sua casa em Barcelona: uma encantadora casa de fazenda do século XIX, em Baix Empordà, onde o casal e os três filhos costumavam passar as férias.

JARDIM MEDITERRÂNEO. Cercada pela fantástica paisagem de Baix Empordà, esta fazenda, que remonta a 1800, ganhou vida após uma reforma na qual foram tomados cuidados especiais para manter o sabor rural tradicional. As árvores oferecem mais conforto: uma rede presa aos troncos promete agradáveis ​​sonecas de verão. JOSÉ LUIS HAUSMANN

“Tivemos muita sorte”, reconhece María, “seu antigo proprietário era uma senhora inglesa que acabara de viúvo e queria retornar ao seu país. Ele o vendeu a um preço muito bom e, além disso, estava em perfeitas condições. ”E a casa já havia sido reformada; pela última vez no final dos anos 90, pelo estúdio de arquitetura Auquer i Prats, especialistas em reabilitar edifícios tradicionais com materiais típicos da região para alcançar sua total integração com a paisagem.

EM UM LUGAR ESPETACULAR. A fazenda possui uma ótima piscina de um lado do jardim, o que permite que seus proprietários desfrutem de vistas incríveis enquanto se refrescam em dias quentes. Ele se cercou de uma cerca de madeira, funcional e muito decorativa, pensando na segurança dos três filhos da casa. JOSÉ LUIS HAUSMANN

Você só precisava alterar alguns detalhes para ajustar sua estética, muito rústica e escura, para uma imagem nova e mais atual, mas sem perder um pingo de sua essência.

Esta varanda se conecta com a cozinha. Neste canto acolhedor, foi criada uma área de estar com móveis recuperados. Uma pérgola coberta com um manto verde proporciona sombra e frescura. É uma variedade de caducifólias que no inverno cairá, abrindo espaço e deixando a luz do sol. Bench, de Sacum. As almofadas são de Coco-Mat e Sira. JOSÉ LUIS HAUSMANN

"Conservamos quase tudo, desde o piso e a carpintaria até a distribuição, e apenas expandimos uma das varandas para fazer uma área de jantar e uma cozinha de verão", conta Maria.

Dentro da casa, a arquitetura tradicional e os materiais originais dão a cada ambiente um charme especial. Tetos abobadados, paredes caiadas de branco e piso artesanal são uma parte importante da decoração. JOSÉ LUIS HAUSMANN

Para dar mais luz à casa e, ao mesmo tempo, dar um toque mais fresco e amigável ao estilo rústico, todo o interior foi pintado de branco, incluindo os tetos que, em algumas áreas da casa, são abóbadas de cerâmica e outros Eles têm vigas de madeira.

Na sala de estar, destaca-se a parede da lareira - o antigo forno da fazenda - com uma viga de madeira como prateleira. É ladeado por duas janelas que focam a atenção. A carpintaria permaneceu, mas foi pintada em um tom verde típico da região. Sofá branco, poltrona de couro, bancos e pufe de fibra, da Sacum. Almofadas, Muito, Cado, Filocolore, El Meu Coixi e Sita. Tapetes: juta, Coco-Mat e listrado, da B&B Collection. Na parede, fotografia de Jordi Esteva. JOSÉ LUIS HAUSMANN

Portas e janelas também foram atualizadas com tinta em um tom verde muito suave; o mesmo se repete tanto nos móveis de cozinha quanto nos banheiros, assim como em muitos dos tecidos e acessórios que enchem todos os quartos com frescura e naturalidade.

Quando os trabalhos foram concluídos, Maria cuidou pessoalmente da decoração da fazenda. Cada canto da casa reflete o seu gosto pela combinação de peças escolhidas de diferentes épocas, estilos e acabamentos.

A sala de jantar se comunica com o jardim através de um gabinete envidraçado formado por dois painéis fixos, uma porta giratória e uma pequena janela superior dobrável. Na decoração desse ambiente, as cadeiras de fibra foram combinadas com uma cadeira alta antiga, feita de ferro e com a mesa de madeira. Mesa, Última Parada. Cadeiras em fibra, da Sacum. A toalha de mesa é da Filocolore. Almofadas, de Sira. JOSÉ LUIS HAUSMANN

E de objetos que eles já possuíam, de pequenos achados em brocantes ou lojas de antiguidades, de tapetes de fibra vegetal e de cortinas feitas com tecidos trazidos de uma viagem ao Marrocos, Maria conseguiu uma imagem rústica muito serena e aconchegante.

A cozinha foi completamente reformada com móveis de madeira pintada de verde, puxadores antigos em forma de concha de latão e azulejos artesanais. Seu design é inspirado no estilo rústico das casas de L'Empordà. JOSÉ LUIS HAUSMANN

TELHADO COM VIGAS

Seja madeira, concreto ou aço, pintando-os de branco, eles serão integrados à decoração. Esse acabamento é o mais adequado para remover opticamente o teto e tornar a sala mais ampla. Em ambientes com paredes de gesso e piso de barro, o tom da madeira criará um belo contraste. Além disso, se você revisar as entrevistas do mesmo material ou acabamento, acentuará a sensação de calor. As vigas decorativas de poliuretano que imitam a madeira são facilmente colocadas, livres de manutenção e resistem bem à umidade. Eles também são um recurso muito prático para ocultar instalações elétricas ou de aquecimento, uma vez que são ocas.

No quarto principal, vigas e entrevistigas foram pintadas de branco, para combinar com as paredes e integrá-las à decoração. Esta base neutra foi combinada com detalhes e acessórios têxteis em diferentes tons de verde. Cabeceira, banco, moldura e carpete, de Sacum. Edredão, de El Meu Coixi. Almofadas, de Coco-Mat. JOSÉ LUIS HAUSMANN As diferentes alturas do teto ajudam a definir o ambiente do lavatório e da banheira, localizado sob a clarabóia. Aqui, a parede era revestida com microcimento colorido com pigmentos verdes, de La Bisbal d'Empordà. Tapete, de Sacum. Fotografias emolduradas, obra de Aitor Lara. JOSÉ LUIS HAUSMANN O armário do lavatório foi pintado da mesma cor que a carpintaria de toda a casa. JOSÉ LUIS HAUSMANN Na decoração do quarto das crianças, cheio de luz natural e com vistas espetaculares, optamos por uma paleta de cores suaves, pinceladas vermelhas muito sutis, móveis de madeira e detalhes em fibra vegetal. Tapete de sisal e almofadas listradas vermelhas, de Sacum. Edredons da Zara Home. Manta, da La Maison. Almofada de saco, de El Meu Coixi. Cadeira de balanço vermelha, brocanter. JOSÉ LUIS HAUSMANN

O lugar ideal para fugir do estresse e da agitação diária e descansar em uma das maravilhosas paisagens da acidentada Costa Brava.

Uma pérgola de ferro funciona como uma extensão da casa para o jardim. Estava coberto com um telhado de cana que proporciona um belo efeito de sombra, com raios de sol filtrando pelos orifícios da estrutura. As almofadas são de Coco-Mat e Sira. A cesta de fibra vem da Sacum. JOSÉ LUIS HAUSMANN

Realização: Olga Gil-Vernet.